Força-tarefa apreende oito mil metros cúbicos de madeiras e aplica R$ 6,5 milhões em multas

A operação do Governo do estado contra o desmatamento ilegal em Rondônia apreendeu em Cujubim e Machadinho D'Oeste, 8 mil metros cúbicos de madeiras e aplicou R$ 6, 5 milhões de reais em multas.

A divulgação parcial é da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) que realiza a operação com o Batalhão Ambiental (BPA) e a Delegacia Especializada Contra Crimes ao Meio Ambiente (Deccma).


Foi apreendido também um caminhão transportando madeira sem Guia Florestal e uma motosserra e, quatro tarrafas, material proibido em qualquer circunstância. Das essências florestais apreendidas estão as nobres e de alto valor comercial como Sucupira, Umbaúba, Ipê, Roxinho, Massaranduba, Angelim e Jequitibá. Grande parte das toras encontradas estavam abandonadas na mata.


De acordo com chefe de fiscalização Ibaldeci Ferreira quando as serrarias sabem que vai haver fiscalização fecham as portas e espalham as madeiras na mata para fugir das multas, apreensões e prisões.


Segundo o delegado da Deccma Raimundo Mendes já foram instaurados 27 procedimentos criminais por armazenagem de madeiras ilegais.


O secretário da Sedam, Augustinho Pastore, disse que a operação continua sem previsão para terminar. "A determinação do governador Ivo Cassol é coibir toda e qualquer prática ilegal de desmatamento. As leis ambientais devem ser cumpridas", completou Pastore.


Na primeira semana de operação toda madeira encontrada sem a devida Guia Florestal foi recolhida e depositada em pátio de instituições públicas para posterior decisão administrativa e judicial. Até o momento, foram fiscalizadas 26 madeireiras – 12 em Machadinho e 14 em Cujubim.


A força Tarefa é composta por 46 homens e 15 veículos e está programada para ser realizada em oito regiões do Estado.

0 comentários:

Postar um comentário

mais buscados

leia em outros idiomas




Seguidores

Comentários recentes

Participe

vc online